Principais doenças respiratórias da primavera - Physical Care

Notícias

Leia algumas matérias sobre apneia, ronco e distúrbios do sono

Principais doenças respiratórias da primavera

alergia_doença_primavera

 

Na primeira das estações, a mudança do tempo frio para o seco pode culminar em algumas doenças respiratórias comuns na primavera.

 

O fim do inverno marca a transição de uma era de frio intenso para um período de ar seco, aumentando a possibilidade de doenças respiratórias alérgicas. Por que? É primavera… E o preço que pagamos pelo embelezamento das árvores e o ambiente colorido, é o pólen se desprendendo às flores e misturando-se ao ar. Resultado? Reações alérgicas e doenças respiratórias comuns na primavera.

 

De acordo com a Academia Americana de Alergia e Imunologia, 1/3 da população mundial sofre com problemas respiratórios, o que representa cerca de 2 bilhões de pessoas. Essa recorrência implica em atenções redobradas com doenças como asma e rinite alérgica em épocas do ano como a primavera.

 

Para que venhamos prevenir e remediar essas doenças respiratórias da primavera, esse artigo vai pontuar as principais doenças, sintomas e tratamentos.

 

Doenças:

 

Um dos grandes fatores atrelados à doenças alérgicas na primavera é o acaro, micro-organismo que quando morre se mistura com a poeira do ambiente. Através do acaro, algumas doenças alérgicas passam a ter legalidade maior para se instalar em nós, seres-humanos. É nesse momento, então, que somos acometidos por doenças como asma, bronquite, rinite e sinusite.

 

Quais são os sintomas?

 

  • Asma: tosse; chiado no peito; dificuldade para respirar; respiração rápida e curta; desconforto torácico.
  • Bronquite: tosse seca e com catarro; calafrios; fadiga; febre; mal estar; falta de ar; infecção respiratória; coriza; pressão no peito; dificuldade na fala.
  • Rinite: dor no ouvido, rosto e peito; congestão; escorrimento; vermelhidão; espirro; catarro; dor de cabeça; fadiga; irritação na garganta; tosse; coceira.
  • Sinusite: dor de cabeça; dor no peito; obstrução nasal; secreção; febre; cansaço; coriza; tosse; dores musculares; perda de apetite.

 

Como você pode se prevenir?

 

– Evitar tapetes, carpetes e objetos de enfeite do tipo, que contém pelos;

– Deixar cobertores e fronhas no sol pelo menos uma vez por semana, para arejar, tirar poeira e evitar mofos;

– Manter o ambiente arejado;

– Evitar contato com animais de estimação, bem como bichos de pelúcia;

– Não fumar e evitar contato com fumantes, enquanto fumam;

– Evitar ambientes sujos e poluídos.

 

É possível remediar?

 

Por mais que as doenças respiratórias da primavera não tenham cura aparente, elas podem ser controladas através de tratamentos clínicos. É muito importante alertar que a automedicação pode agravar muito o quadro da doença, não sendo recomendada.

 

Um tratamento eficaz e que contém todo suporte médico é a fisioterapia respiratória. Esse processo pode ser feito em locais específicos ou, até mesmo, em domicílio, com aparelhos responsáveis por umidificar o ar indo até você.

 

A Physical Care possui umidificadores modernos que facilitam a respiração de toda a família, combatendo as doenças respiratórias da primavera.



Assine nossa newsletter Receba dicas de saúde e bem estar para dormir melhor